Tesouraria Proprietária

As atividades de Tesouraria do Banco BBM visam à preservação do capital como princípio fundamental e por isso priorizam a gestão prudente do risco sobre a geração de altos retornos. Esse princípio justifica a política de não estabelecer metas para o lucro da Tesouraria. É também função da área servir como plataforma fornecedora de apoio técnico e inteligência de mercado às demais áreas do Banco.

Funções da Tesouraria
ver mais ver menos
  • Apoiar as áreas operacionais de Crédito e Captação, inclusive no que tange a: (a) estruturação e precificação de derivativos e outros produtos; (b) facilitação do acesso aos mercados; (c) intercâmbio de pesquisa e tecnologia financeira; (d) proteção da carteira de crédito, e (e) definição dos níveis de preços aos quais o Banco poderá acessar o mercado para captar fundos;
  • Investir o patrimônio líquido e gerir o caixa do Banco, mais especificamente, aplicando o saldo de disponibilidades, e gerenciando o descasamento entre ativos e passivos;
  • Investir em posições direcionais de curto, médio e longo prazo. Tais posições são discutidas em vários comitês com a presença dos principais executivos e são baseadas em detalhada análise da área de Pesquisa. O posicionamento direcional da Tesouraria é regido pela política de investimentos, segundo a qual cabe à Tesouraria observar: (a) o limite de VaR; e (b) os parâmetros de liquidez. A política é suficientemente flexível para permitir o investimento em mercados e classes de ativos diferentes, desde que as condições citadas sejam cumpridas.
Operações de Tesouraria
ver mais ver menos

A Tesouraria do Banco toma posições através de instrumentos de renda fixa e negociação de moedas. A Administração entende que as práticas comerciais idôneas e os parâmetros estritos de gestão de risco baseiam as operações de sua Tesouraria e possibilitaram ao Banco atingir resultados expressivos e recorrentes em um mercado freqüentemente volátil. A Tesouraria do Banco BBM negocia quase que exclusivamente ativos líquidos, permitindo que esta reaja rapidamente aos acontecimentos e à volatilidade do mercado.

Embora não possua uma meta de receita fixa, a Tesouraria tem historicamente contribuído significativamente para o lucro operacional líquido do Banco devido, em parte, ao que o Comitê Executivo considera como sendo uma abordagem conservadora do risco pelos operadores (traders) do Banco. Dentre outras métricas de gestão de risco, o banco emprega o VaR para monitorar sua exposição. O limite VaR é determinado semestralmente pelo Comitê Executivo e é monitorado diariamente pela área de Risco.

Pesquisa
ver mais ver menos

O Banco BBM dá ênfase especial à manutenção de uma abrangente base própria de conhecimentos que cubra todos os fatores de risco aos quais já está ou possa vir a estar exposto.
O Banco vem investindo substancialmente no desenvolvimento da capacidade de pesquisa e opera com uma equipe de primeira linha de profissionais experientes, cobrindo as economias doméstica e global, indústrias, moedas, empresas e instituições financeiras.

A área de Pesquisa compreende quatro segmentos principais:

  • Pesquisa Macroeconômica (conjuntura interna e internacional) - apoia as operações de Tesouraria e de Administração de Recursos de Terceiros e formula a visão geral do Banco sobre tendências macroeconômicas;
  • Pesquisa de Renda Variável - apoia a Tesouraria e a área de Administração de Recursos de Terceiros;
  • Pesquisa de Crédito - apoia a área Comercial na avaliação de riscos setoriais e de contrapartes, além de atuar como elemento crítico da gestão do risco de crédito do Banco; e
  • Pesquisa Quantitativa - produz análises técnicas em apoio a todas as áreas de negócios do Banco e à área de Controle de Riscos. 

A cobertura da área de Pesquisa é global, de acordo com a visão de que a compreensão das tendências econômicas globais é crucial para operar com eficiência no Brasil, o principal mercado do Banco.